terça-feira, junho 20, 2006

Portugal é um dos países com mais analfabetismo informático!


Mais de metade dos portugueses não tem quaisquer conhecimentos básicos de informática, tornando Portugal um dos países da União Europeia (UE) com uma taxa mais elevada de «analfabetismo informático», indica um estudo hoje divulgado em Bruxelas.
O estudo levado a cabo pelo Eurostat, o gabinete oficial de estatísticas da UE, e referente a 2005, revela que 54% dos portugueses não têm os chamados conhecimentos básicos de informática e 09 por cento têm um nível de conhecimento considerado «baixo», enquanto 22% têm conhecimentos de informática «médios» e apenas 13% «elevados».
O inquérito sobre a «sociedade da informação» demonstra ainda que 53% dos portugueses nunca usaram um computador na vida e que uma grande maioria - 72% - não acede regularmente à Internet.
Entre os 17 Estados-membros sobre os quais há dados disponíveis, Portugal é um dos seis países em que o «analfabetismo informático» afecta mais de metade da população, sendo o quarto com um valor mais elevado, em conjunto com o Chipre, e apenas superado por Grécia (65%), Itália (59) e Hungria (57).
No extremo oposto da lista encontram-se a Dinamarca e a Suécia, onde apenas 10 e 11% da população, respectivamente, não têm conhecimentos informáticos básicos, sendo a média comunitária de «analfabetismo informático» de 37%.
O estudo sublinha que se registam grandes diferenças a nível de conhecimentos informáticos em função da idade e do nível de instrução.
Em Portugal, o «fosso» é particularmente visível em função do grau de instrução da população: o «analfabetismo» atinge 69% da população com um nível de instrução baixo e apenas 5% da população com habilitações superiores, sendo que apenas um por cento dos estudantes não têm quaisquer conhecimentos básicos de como utilizar um computador.
in Diário Digital / Lusa