quinta-feira, março 20, 2008

Surpresa? Só para quem verdadeiramente não conhece a realidade das escolas portuguesas!

5 Comments:

Blogger Eduquês said...

O episódio aconteceu na quarta-feira da semana passada e colocado, pela primeira vez, no You Tube (site de partilha de vídeos online), no dia seguinte. Sob o título “9ºC em grande!”, as imagens mostram uma aluna da Escola Secundária com 3.º ciclo Carolina Michaelis, no Porto, a agarrar e a puxar o braço da professora de Francês por esta lhe ter tirado o telemóvel.

O episódio foi filmado por um dos estudantes presentes na sala, ouvindo-se repetidamente a aluna em causa a gritar para a professora: “Dá-me o telemóvel já”. Durante minutos os alunos nada fazem e limitam-se a assistir à cena em pé. Ouvem-se risos e alguém comenta: “Isto é demais, ouve lá!”. Ao fim de algum tempo, um grupo de alunos tenta separar as duas pessoas envolvidas. Aumenta a confusão e ouve-se um dos alunos a avisar: “Olha que a velha vai cair”, referindo-se à professora.

Contactada pelo PÚBLICO, a escola escusou-se a responder a qualquer pergunta e informou apenas que tinha sido aberto um “processo de averiguações”. E disse ainda que tinha tomado conhecimento do caso ontem, quando foi avisada de que o vídeo tinha sido colocado na Internet. De acordo com o assessor de imprensa do Ministério da Educação a professora apenas apresentou queixa hoje.

À edição online do "Expresso", António Leite, director-adjunto da Direcção Regional de Educação do Norte disse também só ter tido conhecimento do caso ontem, através de um e-mail enviado por uma cidadã. E que tinha ordenado à escola a abertura de um inquérito.

O vídeo chegou a ser retirado do You Tube mas voltou a estar disponível, desta vez sob o título “Numa escola portuguesa – Vergonha”.

Os números mais recentes sobre a violência na escolas, compilados pelo Observatório da Segurança em Meio Escolar e divulgados no final do ano passado, davam conta de 185 agressões participadas contra professores em 2006/2007. Ou seja, em média, a cada dia que passa há um docente agredido(o ano lectivo tem cerca de 180 dias de aulas).

Os funcionários das escolas estão sujeitos ao mesmo tipo de violência e, de acordo com o mesmo relatório, houve 147 agressões ou tentativas contra o pessoal auxiliar.

in PÚBLICO

quinta-feira, março 20, 2008  
Blogger Gardagami said...

See here or here

sexta-feira, março 21, 2008  
Anonymous Peixoto said...

Mas, há quem ainda esteja muito longe da realidade escolar. A começar pela própria Ministra da Educação...

sexta-feira, março 21, 2008  
Anonymous Luis said...

Isto é uma vergonha.
Isto devia ser punido exemplarmente.
Esta aluna devia ser expulsa do ensino público e os seus encarregados de educação obrigados a encontrar colégios privados para educar a sua filha. Ou então ir para um instituto de reinserção social.
Esta escola devia proibir definitivamente a utilização de telemóveis na escola , e os alunos que infringissem essa norma terem faltas disciplinares.
Estes meninos mimados que estiveram a assistir a esta cena lamentável e os seus encarregados de educação deviam ser obrigados a pedir desculpas publicamente á professora, e se não o fizessem deveriam sofrer as devidas consequências (mudança de escola ou multa pecuniária).
Ao permitirmos (sociedade e governantes) este tipo de comportamento nas escolas, só nos pode levar a termos adultos insanos, que se comportam como delinquentes.

domingo, março 23, 2008  
Anonymous Anónimo said...

Vai continuar tudo na mesma, porque ninguém quer ver o que se está a passar. Alguém ainda se há-de lembrar de dizer que a culpa é da professora (talvez a Ministra...) e recusamo-nos a admitir que Portugal está mergulhado numa profunda crise de valores de que isto é só um pequeno exemplo... P.S. Sou professora do primeiro ciclo e os meus alunos fazem-me a mesma fita quando lhes tiro as PlayStation "Só" porque estavam a jogar no meio da aula... mas a culpa deve ser minha....

segunda-feira, março 24, 2008  

Enviar um comentário

<< Home