segunda-feira, outubro 12, 2009

Ministério de Maria de Lurdes Rodrigues consegue afastar escolas públicas dos primeiros 15 lugares do ranking nacional


Apenas 87 das 1294 escolas do ensino básico tiveram média inferior a 2,5 (numa escala de 1 a 5) nos exames nacionais do 9º ano. No ano passado só tinham falhado este feito 38 escolas, mas em 2007 apenas 66 por cento conseguiram média positiva no conjunto das duas disciplinas sujeitas a exames, Língua Portuguesa e Matemática.

Entre as dez escolas melhor posicionadas no ranking deste ano não figura nenhuma pública. A melhor entre estas é a escola do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, de Braga. Este estabelecimento, que está em primeiro lugar no ranking do ensino secundário, ocupa a 19º posição na listagem do básico. Segue-se-lhe, em 20º lugar, a Escola Secundária com 3º ciclo de Dr. Mário Sacramento, em Aveiro.

À frente encontra-se o Colégio São José, em Coimbra. A média das 38 provas ali realizadas é de 4,18, abaixo dos 4,5 obtidos no ano passado pela Escola Inglesa de São Julião, em Carcavelos, que liderou em 2008.

Com mais de 50 provas realizadas, que é o segundo ranking do PÚBLICO – o primeiro inclui todas as escolas independentemente do número de alunos que levam a exame –, lidera o Externato Apresentação de Maria na Madeira ( 86 provas, 4,16 de média). Nem esta escola, nem o colégio São José figuravam entre os melhores classificados de 2007. Mas na lista dos 10 mais há repentes como o colégio Bom Sucesso, Lisboa, o Externato Escravas Sagrado Coração de Jesus, Porto, ou a escola inglesa de São Julião.

in PÚBLICO